Convênio e protocolos sobre substituição tributária exigem contador atualizado

O profissional da área contábil precisa estar atualizado quando o tema é substituição tributária. O convênio ICMS 52/2017 envolve novos conhecimentos, na medida em que reuniu as áreas fazendárias dos estados brasileiros para dispor sobre o tema.

Profissionais contábeis acompanham fala de Dirceu sobre ICMS

Ao mesmo tempo, os protocolos pedem acompanhamento. Nesses casos, a questão da substituição envolve acordos feitos entre os estados, o que amplia o número de normas – e torna mais complexa sua aplicação.

A avaliação é do consultor tributário Dirceu Antônio Passos. Advogado, Passos esteve na APECL no último dia 21 de agosto, ministrando curso sobre o tema para um grupo de aproximadamente 25 profissionais.

O curso foi organizado pela APECL e Sescon SP. Passos trouxe informações que capacitam o profissional contábil sobre os institutos da substituição e da antecipação tributária conforme a legislação vigente, com o intuito de evitar tributação indevida.

“Se o convênio uniformiza procedimentos, os protocolos, firmados entre os estados, tornam a aplicação mais complexa”, disse.

Veja vídeo com a fala de Passos – clique aqui.

Compartilhe:

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA AGORA

Notícias similares

CARTA ABERTA AOS CANDIDATOS (AS) DE LIMEIRA

A APECL- ASSOCIAÇÃO PROFISSIONAL DAS EMPRESAS CONTÁBEIS E CONTABILISTAS DE LIMEIRA é uma Associação Civil sem Fins Lucrativos, que representa os Escritórios Contábeis e Contabilistas