Fatores associados ampliam risco do câncer de mama

“Outubro Rosa” chama a atenção das pessoas para o câncer de mama. A Associação Limeirense de Cuidado e Carinho (ALICC) aponta que a doença requer uma visão diferenciada.

Além da intensa prevenção, a entidade, que funciona em Limeira, destaca o fato de este tipo de câncer ser resultado de fatores associados, e não da ocorrência a partir de apenas uma causa. Praticar exercícios e ter alimentação balanceada ajudam na prevenção (leia abaixo).

A doença resulta da multiplicação de células anormais da mama, que formam um tumor. Não é uma doença única, mas sim um conjunto de enfermidades.

Há vários tipos de câncer de mama, com desenvolvimento rápido ou mais lento. Cerca de 50 mil casos novos surgem anualmente no Brasil. Sem considerar os tumores de pele não melanoma, esse tipo de câncer é o mais frequente nas mulheres de todas as regiões do país, exceto no Norte.

O tratamento para câncer de mama, por meio do Sistema Único de Saúde (SUS), está disponível na rede pública. Porém, a prevenção é a melhor alternativa.As unidades básicas de saúde de Limeira podem ser procuradas.

Parte das mortes geralmente decorre da demora no diagnóstico. A ALICC aponta que a ocorrência é rara antes dos 35 anos, mas a doença acima desta faixa etária tem sido mais frequente mesmo em países desenvolvidos.

Autoexame

O objetivo do autoexame, melhor procedimento na prevenção, é fazer com que a mulher conheça suas mamas, o que facilita a percepção de alterações. A ALICC cita que geralmente há pequenos nódulos nas mamas e axilas, saída de secreções pelos mamilos, mudança na cor da pele e retrações, entre outros sinais.

Os nódulos não geram dor.

O autoexame de mamas deve ser realizado mensalmente por todas as mulheres a partir de 21 anos de idade, sete dias depois do inicio da menstruação. Quem já está na menopausa deve escolher um dia, e fazer mensalmente no mesmo dia.

Já a mamografia é um exame insubstituível na prevenção, diz a ALICC. Ela aponta alterações mínimas e revela nódulos que não são perceptíveis á palpação. A recomendação é que seja feita anualmente após os 40 anos de idade, exceto quando houver fatores de risco.

Quais são os fatores associados

. Idade da primeira menstruação (antes dos 12 anos)

. Faixa etária da mulher (aumenta o risco com idade avançada)

. Outros casos na família

. Alteração mamária

Como ajudar na prevenção

. Faça os exames regularmente

. Pratique atividades físicas (pelo menos 3 vezes por semana, com sessões mínimas de 30 minutos)

. Tenha uma alimentação saudável

. Evite o sobrepeso

. Não fume

. Evite o consumo de álcool

Compartilhe:

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA AGORA

Notícias similares

CARTA ABERTA AOS CANDIDATOS (AS) DE LIMEIRA

A APECL- ASSOCIAÇÃO PROFISSIONAL DAS EMPRESAS CONTÁBEIS E CONTABILISTAS DE LIMEIRA é uma Associação Civil sem Fins Lucrativos, que representa os Escritórios Contábeis e Contabilistas