Problemas na RedeSim prejudicam empresas e contabilistas

Escritórios contábeis de Limeira estão sofrendo com problemas operacionais gerados pela implantação do novo Integrador Estadual, denominado “RedeSim”. Os  entraves afetam operações como constituição de empresas, abertura de filiais e alterações de endereço e de atividade.

A emissão do licenciamento para operação, que é o alvará da empresa, também apresenta problemas. Nesse cenário, as empresas podem ser multadas pela falta de regularização, conta o presidente da Associação Profissional das Empresas Contábeis e Contabilistas de Limeira (APECL), Odair Antônio Bonfiglio.

Licenciamento

Ligada ao governo estadual, a Junta Comercial do Estado (Jucesp) é responsável pelo RedeSIM. A operação do novo sistema ocorre desde 14 de outubro. Em Limeira, a APECL realizou, ao lado de parceiros, uma palestra para apresentar a plataforma.

A integração traria maior facilidade, já que órgãos e entidades federais, estaduais e municipais acessariam a mesma base de dados.

Sem testes

“O integrador não passou por testes prévios nem houve um período de transição. Com o funcionamento prejudicado, os empresários acabam reclamando para o contabilista”, conta Bonfiglio. Grande parte dos 190 escritórios contábeis de Limeira atua no registro de empresas, e a dificuldade na obtenção de licenciamentos é a queixa mais citada.

O problema ocorre em grande parte das cidades paulistas. Bonfiligo relata que o Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e no Estado de São Paulo (Sescon-SP) foi comunicado. O Sescon informou ter enviado as queixas à Jucesp.